Já dizia o ditado: Pai é quem cria!

Em nosso país existem diferentes formas de paternidade. Muitas crianças recebem a criação de mais de um pai e/ou mais de uma mãe.

A partir daí que entra o processo de Multiparentalidade, com a possibilidade dos envolvidos pedem uma ação perante ao juiz da vara da
família, garantindo a assistência emocional, pensão alimentícia, e também a garantia dos bens de herança de ambos
ambos os pais.

Claro que cada caso é analisado pelo juiz. Para todos os efeitos essa ação é benéfica para todas as partes, uma vez que a criança irá receber o devido carinho, afeto e amor e todos os itens necessários para criação.