O assunto morte não é um dos assuntos mais fáceis de lidar, uma vez pelo carinho e sensação de perda de um ente querido, ter que cuidar de todos os trâmites inclusive quanto às questões de bens que a pessoa deixou.

O patrimônio deixado pelo seu ente querido fará parte do inventário que será divido pelos herdeiros. Já se o mesmo ainda deixou alguma dívida, será feito uma relação de proporcionalidade, ou seja cada herdeiro será responsável pela dívida conforme o valor limite de herança que ele recebeu.

Caso o valor da dívida seja maior do que o valor recebido, os herdeiros não têm a obrigação direta de pagar e sim o próprio patrimônio é quem fará a quitação do débito.